IGUALDADE, DIVERSIDADE
E INCLUSÃO

RESPEITAR A DIFERENÇA, VALORIZAR A DIVERSIDADE, DAR A TODAS AS PESSOAS IGUAIS OPORTUNIDADES

Na INCM todas as pessoas são bem-vindas, respeitadas e tratadas com equidade, independentemente daquilo que as torna únicas ou diferentes das demais, como idade, sexo, orientação sexual, identidade de género, raça, etnia, origem social, situação económica e familiar, religião, condição física ou mental, convicções políticas ou ideológicas.

Só valorizando a diversidade e a igualdade de oportunidades será possível construir uma sociedade melhor, mais justa e equilibrada, onde todos e todas têm o seu lugar e podem dar o seu contributo.

A INCM conta ainda com um Plano para a Igualdade de Género, definido anualmente e construído de acordo com as diretrizes da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE), abrangendo as seguintes dimensões:

  • Estratégia, missão e valores;
  • Igualdade no acesso ao emprego;
  • Formação inicial e contínua;
  • Igualdade nas condições de trabalho;
  • Conciliação da atividade profissional com a vida familiar e pessoal;
  • Prevenção na prática de assédio no trabalho;
  • Proteção na parentalidade.

Plano para a Igualdade de Género 2023

+ Download PDF

Relatório sobre remunerações pagas a mulheres e homens 2022

+ Download PDF

Este caminho é construído todos os dias, em especial no Dia da Igualdade de Género na INCM, que é celebrado a 1 de junho, lembrando a contratação de Etelvina Adelaide Conceição e Silva, em 1895, a primeira trabalhadora da Casa da Moeda.

Se, por um lado, o final do século XIX registou de forma tímida a admissão das primeiras mulheres para a Casa da Moeda e para a Imprensa Nacional, hoje verifica-se o equilíbrio entre o número de trabalhadoras e de trabalhadores, existindo mulheres em todos os níveis e hierarquias da empresa.

O envolvimento da INCM no tema da igualdade de género tem levado à sua participação em fóruns empresariais, incluindo o iGen e o Diversity at Work, bem como a adoção de

medidas que potenciam a igualdade de oportunidades no trabalho, a que se juntam as boas práticas de conciliação entre a vida pessoal e profissional.

A INCM aderiu também à Carta de Diversidade, promovida pela Associação Portuguesa para Diversidade e Inclusão, manifestando o seu compromisso na defesa e promoção da igualdade de tratamento no local de trabalho.

No seu compromisso com princípios e políticas inclusivas, a INCM promove uma cultura organizacional de ambiente e acolhimento inclusivo, fomentando boas práticas de inclusão, nas quais conta com a contribuição de parcerias estabelecidas com diversas organizações vocacionadas para o apoio em processos de integração de pessoas com deficiência nas organizações (Associação Salvador, Valor T, Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger e Fundação Liga).

Skip to content