Moeda assinala 250 anos de história ao serviço dos cidadãos, da cultura e da língua portuguesa
Moeda assinala 250 anos de história ao serviço dos cidadãos, da cultura e da língua portuguesa

Apresentação da moeda comemorativa dos 250 Anos da Imprensa Nacional

28 de junho de 2018

INCM apresenta a moeda corrente comemorativa dos 250 Anos da Imprensa Nacional na próxima segunda-feira, dia 2 de julho, às 17h00, na Casa do Design, em Matosinhos.

Criada pelo designer Eduardo Aires, esta moeda possui o valor facial de 2 euros e conta com uma emissão limitada a 500 000 exemplares com acabamento normal, 10 000 exemplares com acabamento proof e 10 000 exemplares com acabamento BNC (brilhante não circulada).

«O fim deste estabelecimento é o de animar as letras e levantar uma impressão útil ao público pelas suas produções». Assim se lia no alvará de 24 de dezembro de 1768, redigido pelo Marquês de Pombal e assinado pelo rei D. José, que fundou a Impressão Régia ou Régia Oficina Tipográfica, mais tarde (1833) designada Imprensa Nacional.

A partir do reinado de D. Maria I, a Imprensa Nacional passou a ser responsável pela edição da Gazeta de Lisboa, antecessora do atual Diário da República, o jornal oficial do País, atualmente editado e disponibilizado eletronicamente como um serviço público de acesso universal e gratuito, dando a conhecer os atos que regem a vida da sociedade portuguesa aos cidadãos.

Além do Diário da República, a atividade editorial da Imprensa Nacional abarca ainda a publicação de obras essenciais da cultura nacional e universal, contribuindo para preservar, promover e ampliar o património bibliográfico em língua portuguesa.

No espaço onde se realiza a apresentação desta moeda está ainda patente, até 3 de novembro, a exposição IMPRIMERE – Arte e Processo nos 250 Anos da Imprensa Nacional, uma mostra documental que reúne instrumentos, máquinas, tecnologias e artefactos que ilustram a história da produção gráfica em Portugal, desde a Impressão Régia à atualidade, promovida pela INCM, pela Câmara Municipal de Matosinhos e pela esad – idea, Investigação em Design e Arte, com curadoria de Rúben Dias e Sofia Meira.

Casa do Design

Edifício Paços do Concelho, Rua Alfredo Cunha, Matosinhos

Imagem maximizada

fechar [X]