• Foto 1 do produto Livres e Iguais os Direitos Humanos na Escola
    Foto 1 do produto Livres e Iguais os Direitos Humanos na Escola
    • Foto 2 do produto Livres e Iguais os Direitos Humanos na Escola
    Foto 2 do produto Livres e Iguais os Direitos Humanos na Escola
    • Foto 3 do produto Livres e Iguais os Direitos Humanos na Escola
    Foto 3 do produto Livres e Iguais os Direitos Humanos na Escola
    • Foto 4 do produto Livres e Iguais os Direitos Humanos na Escola
    Foto 4 do produto Livres e Iguais os Direitos Humanos na Escola
    • Foto 5 do produto Livres e Iguais os Direitos Humanos na Escola
    Foto 5 do produto Livres e Iguais os Direitos Humanos na Escola

Livres e Iguais os Direitos Humanos na Escola

«Ninguém pode ser arbitrariamente preso» interveio Xavier para defender os colegas do castigo decretado pela professora que lhes sentenciou ficarem presos na aula, durante o período do recreio.
Após a admiração de todos, Xavier teve de clarificar o seu pensamento: «- O que disse está escrito na Declaração Universal dos Direitos Humanos.»
Não é preciso mais para saudar a contribuição desta «estória» sobre a aprendizagem de direitos humanos.
Apesar de serem inerentes à própria dignidade humana, não nascemos ensinados em direitos humanos.
A grande lição é a de que os direitos humanos têm a ver com a nossa vida quotidiana em contexto social. E para os defender, temos de os conhecer.
Com textos de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada, e ilustrações de Ana Seixas, esta edição é destinada ao público mais jovem.

Imagem maximizada

fechar [X]