Presidente - Luís Filipe de Castro Mendes

Poeta e ficcionista português, diplomata de carreira, Luís Filipe Castro Mendes nasceu em 1950 e, ainda muito jovem, entre 1965 e 1967, foi colaborador do jornal Diário de Lisboa-Juvenil. Em 1974, licenciou-se em Direito pela Universidade de Lisboa. Teve atividade política militante antes do 25 de abril e entre 1974 e 1977, ano em que iniciou a sua carreira diplomática. Foi cônsul geral no Rio de Janeiro, embaixador de Portugal em Budapeste, Nova Deli, UNESCO-Paris e finalmente junto do Conselho da Europa em Estrasburgo. Foi Ministro da Cultura entre 2016 e 2018.

Publica o seu primeiro livro, Recados, em 1983 [na Imprensa Nacional-Casa da Moeda], seguindo-se Areias Escuras (1984), Seis Elegias e Outros Poemas (1985), A Ilha dos Mortos (1991), O Jogo de Fazer Versos (1994), Viagem de inverno (1993), Correspondência Secreta (1995), Modos de música (1996) e Outras Canções (1998). De 2001 é o livro Os Dias Inventados e em 2011 publica Lendas da Índia, em 2014 A Misericórdia dos Mercados e em 2016 Outro Ulisses regressa a casa. Em 2018 publica uma coletânea de Poemas Reunidos. Em 2021 publica um novo livro de poesia, Voltar. Tem uma coletânea de poemas publicada no Brasil (Poemas Reunidos, 1999) e obras traduzidas em alemão (Fremde Nahe, 2018) e em francês (Légendes de l'Inde, 2020).

Teve o Prémio Nacional de Poesia Teixeira de Pascoaes em 2021, pelo conjunto da sua obra e teve anteriormente os prémios de poesia do Pen Clube (A Ilha dos Mortos), D. Diniz da Fundação Casa de Mateus (O Jogo de Fazer Versos) e António Quadros, da Fundação António Quadros (Lendas da Índia)

Vogal - Paula Mendes

Editora-chefe da INCM. Editora profissional com larguíssima experiência de edição e revisão de textos.
Foi docente convidada da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa na área da Revisão de texto.
Licenciada e Mestre em Linguística e pós-graduada em Edição.

Vogal - Martina Matozzi.

Martina Matozzi (1985, Massa Marittima, Itália) é uma pesquisadora entusiasta e uma leitora assídua.

É leitora de italiano na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. É doutorada em Patrimónios de Influência Portuguesa pela Universidade de Coimbra (Instituto de Investigação Interdisciplinar e Centro de Estudos Sociais), onde apresentou uma tese sobre as representações literárias da emigração na literatura portuguesa, publicada em livro sob o título De Torna-Viagem. A emigração na literatura portuguesa, (Caleidoscópio, 2019) e possui pós-doutoramento pela mesma instituição. Estudou Línguas e Literaturas Estrangeiras na Faculdade de Letras e Filosofia da Universidade de Siena.

Autora de diversos estudos que cruzam a área de estudos literários com os estudos das migrações e os estudos culturais, exerce também atividade de tradução, revisão de textos e gestão de projetos artísticos e culturais.