Arnaldo França

Arnaldo França

Arnaldo Carlos de Vasconcelos França (1925-2015), Praia, Cabo Verde.

Licenciado em Ciências Sociais e Políticas pela Universidade Técnica de Lisboa, cedo se integrou no movimento literário Certeza, surgido em Cabo Verde em 1944.

Reconhecido poeta e ensaísta, académico que esteve na génese do ensino superior em Cabo Verde, Arnaldo França foi também um exímio crítico, investigador e historiador da literatura cabo-verdiana, tendo contribuído, de forma exemplar, para resgatar do esquecimento e valorizar escritores como Guilherme Dantas ou Evaristo de Almeida, entre outros.

Traduziu para o crioulo cabo-verdiano autores portugueses como Luís de Camões, Fernando Pessoa e Sophia de Mello Breyner Andresen.

Dos vários ensaios literários que escreveu evidenciam-se os dedicados às obras de António Aurélio Gonçalves, Guilherme Dantas e Jorge Barbosa.

É autor, entre outras obras, de Notas sobre Poesia e Ficção Cabo-Verdianas (1962) e colaborou com a INCM na publicação da "Obra Poética", de Jorge Barbosa.