Filigrana portuguesa certificada vai ter marca exclusiva da Contrastaria

A Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM) assinou um protocolo com os Municípios de Gondomar e da Póvoa de Lanhoso e com o organismo de certificação A.CERTIFICA, que permitirá certificar a Filigrana de Portugal, contribuindo assim para a valorização desta técnica ancestral, enraizada na cultura e tradição nacional.

Através deste protocolo, a Contrastaria da INCM assume o papel exclusivo de aposição da Marca de Certificação da Filigrana, de acordo com os procedimentos de certificação instituídos pela A.CERTIFICA, reforçando o valor das peças certificadas, garantindo maior segurança e credibilidade ao processo e reforçando o estatuto da Filigrana como Património Cultural Imaterial.

A Filigrana, uma expressão sublime da ourivesaria tradicional, tem florescido em solo português há séculos, especialmente nos concelhos de Gondomar e da Póvoa de Lanhoso. Reconhecendo a importância de preservar esta herança cultural, estes municípios uniram forças para, em colaboração com a INCM, defender os artesãos locais e salvaguardar a autenticidade da sua produção, protegendo-a contra imitações industriais que desvirtuam a sua essência e confundem os consumidores.

Para este fim, a Contrastaria Portuguesa produziu novos punções exclusivos da Marca da Certificação da Filigrana de Portugal, com um design ligeiramente renovado, como forma também de assinalar este marco histórico na sua missão de trazer confiança aos consumidores e ao Setor de Ourivesaria através da aposição da marca oficial de contraste, que garante o tipo e pureza do metal precioso de cada peça.

48 Anos do Diário da República

48 Anos do Diário da República

Os 48 anos do Diário da República e da publicação da Constituição da República Portuguesa foram assinalados, no dia 10 de abril, com uma apresentação temática, intergeracional, na Escola Primária de Alcorriol, no concelho de Torres Novas. A apresentação, inserida na...

read more
Skip to content