A Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM) é uma sociedade anónima de capitais públicos. A empresa tem a seu cargo a produção de bens e serviços fundamentais ao funcionamento do Estado português, como a cunhagem de moeda metálica e a edição de publicações oficiais, onde se destaca o Diário da República.

A produção de documentos de segurança, como o cartão de cidadão e o passaporte, é outra das tarefas atribuídas à INCM. A evolução das novas tecnologias faz desta atividade uma área estratégica de desenvolvimento da empresa, capacitando-a para fornecer à Administração Pública os mais modernos e seguros documentos de identificação, ao mesmo tempo que lhe permite alargar mercados, respondendo às necessidades de um vasto leque de empresas e organizações, com destaque para a banca.

A autentificação de artefactos de metais preciosos, tarefa em que a INCM tem já uma longa tradição, é feita hoje em modernos laboratórios, certificados pelo Instituto Português da Acreditação.

A edição de obras essenciais da cultura portuguesa e universal é outra incumbência da INCM. O Estado garante assim a transmissão, entre gerações, do património bibliográfico da língua portuguesa, e proporciona a edição de novas obras que o enriquecem continuamente.

A INCM resulta da fusão, em 1972, da Imprensa Nacional e da Casa da Moeda. Pela longa história das empresas que a originaram, a INCM é herdeira dos mais antigos estabelecimentos industriais do País.

Pela forma como vem incorporando as novas tecnologias na sua vasta gama de atividades, a INCM é uma empresa voltada para o futuro e apostada em vencer os desafios que a sua missão lhe coloca, num mundo em permanente mutação.

Identificação da sociedade

Imprensa Nacional-Casa da Moeda, S. A., sociedade anónima de capitais exclusivamente públicos.
Sede social: Avenida de António José de Almeida, Edifício Casa da Moeda, 1000-042, Lisboa
Capital social: 30.000.000¤
Número único de matrícula na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa e de pessoa coletiva: 500 792 887.