Prémio Imprensa Nacional/Eugénio Lisboa

A Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM), dando corpo à sua missão de promoção e preservação da língua portuguesa e tendo em consideração a relevância de Eugénio Lisboa, enquanto cidadão e homem de cultura nascido em Moçambique mas também como seu autor, entendeu criar este prémio literário, destinado a selecionar trabalhos inéditos de grande qualidade no domínio da prosa literária, incentivando desta forma a criação literária moçambicana.

Em 2020 puderam concorrer todos os cidadãos moçambicanos (a residir em Moçambique ou no estrangeiro) ou cidadãos estrangeiros residentes em Moçambique há pelo menos 10 anos.

Os trabalhos foram apreciados pelo seguinte Júri:

    • Mbate Pedro (Presidente)
      Sara Laisse
      Paula Mendes
  • Além do valor pecuniário, o Prémio Imprensa Nacional/Eugénio Lisboa contempla ainda a publicação da obra vencedora pela INCM.


    Vencedor do Prémio Imprensa Nacional/Eugénio Lisboa 2020 (4.ª edição)
    Marizza, de Mélio João Tinga

    Menção honrosa
    Eva, de Léo Cote