Plano de moedas comemorativas de 2019 é composto por duas emissões correntes e oito de coleção
Plano de moedas comemorativas de 2019 é composto por duas emissões correntes e oito de coleção

Moedas Comemorativas de 2019 apresentadas na Casa da Moeda

29 de março de 2019

O Plano de Moedas Comemorativas para 2019, que conta com duas emissões correntes e oito de coleção, foi ontem apresentado ao público na Casa da Moeda, dando a conhecer as temáticas, os autores e os design destas moedas.

Das emissões comemorativas deste ano fazem parte moedas que celebram marcos históricos, como os 500 Anos da Primeira Viagem de Circum-Navegação de Fernão de Magalhães, um feito assinalado com uma moeda corrente e outra de coleção, ambas da autoria de Luís Filipe Abreu, ou os 600 Anos do Descobrimento da Madeira e do Porto Santo, naquela que foi a última criação do artista plástico Júlio Pomar. O 45.º Aniversário do 25 de Abril é também assinalado com uma moeda desenhada por José Aurélio e, na série «Ídolos do Desporto», Joaquim Agostinho é homenageado pela mão de Vitor Santos.

A série «Desenhar a Moeda», um projeto que visa estimular a criação artística e numismática junto dos jovens e da comunidade escolar, conta este ano com uma moeda subordinada ao tema «O Mar», que surge na sequência do concurso promovido junto dos alunos do 2.º e do 3.º ciclo do ensino básico de Aveiro. A vencedora deste desafio foi Ísis Martins, uma jovem aveirense com 12 anos, que vai ver cunhada numa moeda a sua interpretação e evocação ao drama vivido pelos refugiados, com a expectativa de que “o mar salva”.

Na série «Espécies Ameaçadas», o Lobo-Ibérico e o Alcar-do-Algarve são os ícones de fauna e flora nacionais em perigo, interpretados e desenhados por Luís Valadares e por Catarina Sobral, respetivamente. Já em matéria de artes, a Série «Europa» celebra o período da Renascença com uma criação de Eloísa Byrne, sendo a Arquitetura Portuguesa consagrada por uma moeda dedicada à obra de Carrilho da Graça pela mão de Julião Sarmento.

Após a apresentação houve ainda lugar a um debate sobre «O Futuro da Moeda», moderado por Ricardo Costa, Diretor Geral de Informação do Grupo Impresa, que contou com a participação de Elisa Ferreira, Vice-Governadora do Banco de Portugal, de Gonçalo Caseiro, Presidente do Conselho de Administração da INCM, de Daniel Traça, Dean da Nova School of Business and Economics, e do economista João Ferreira do Amaral.

O Plano Numismático de 2019 encontra-se disponível em www.moedascomemorativas.pt, uma plataforma criada especialmente para os portugueses conhecerem mais detalhadamente os temas, os autores e o design das moedas comemorativas deste ano e poderem votar na sua preferida.

Para celebrar este plano numismático com a cidade e o grande público, hoje e sábado, a partir das 21h00, será possível assistir a um espetáculo de videomapping na fachada da Casa da Moeda, no cruzamento na Avenida de João Crisóstomo com a Rua D. Filipa de Vilhena, em Lisboa.

Imagem maximizada

fechar [X]