A Imprensa Nacional deu ontem a conhecer algumas das novidades editoriais previstas para 2019
A Imprensa Nacional deu ontem a conhecer algumas das novidades editoriais previstas para 2019

Apresentação do Plano Editorial para 2019

2 de fevereiro de 2019

A publicação da obra completa de Mário Soares, o lançamento da coleção Itálica, dedicada a grandes escritores italianos, e uma nova coleção de ensaio sobre a religião são algumas da novidades previstas no Plano Editorial de 2019, apresentado ontem ao público na Biblioteca da Imprensa Nacional.

Já no início do ano, integrando a coleção Obras Completas, vão ser publicados textos de Manuel Teixeira Gomes, Maria Ondina Braga e Francisco Teixeira de Queirós, autores cuja obra é difícil de encontrar, ou é até mesmo inexistente no mercado. Nesta coleção prosseguirá ainda a publicação da obra de Vitorino Nemésio, em parceria com a Companhia das Ilhas, com um volume onde se reúnem os ensaios Sob os Signos de Agora, Conhecimento de Poesia e Elogio Histórico de Júlio Dantas.

Com coordenação de José Manuel dos Santos, a publicação das obras de Mário Soares começa com As Ideias Políticas e Sociais de Teófilo Braga, que tem por base a dissertação de licenciatura em Ciências Hitórico-Filosóficas de Mário Soares, a que se segue o primeiro volume de Correspondência Cultural.

Juntamente com a Casa da Achada, este ano a Imprensa Nacional dá início à publicação da obra A Paleta e o Mundo, de Mário Dionísio, trabalho que pertence ao património nacional e europeu, como referiu Daniel-Henri Pageaux, que a prefaciou numa das edições anteriores.

Outra das grandes iniciativas é lançamento de uma coleção que celebra os grandes escritores italianos, com o apoio do Instituto Italiano de Cultura de Lisboa e liderada por António Mega Ferreira. Chama-se Itálica e inaugura com chave de ouro: as Rimas de Machelangelo Buonarroti e também as de Guido Cavalcanti, a que se segue a poesia completa de Giuseppe Ungaretti.

A pensar nas comemorações de 2021, ano em que se assinala o 7.º centenário do desaparecimento daquele que é considerado o maior poeta da língua italiana, a coleção Itálica recebe ainda um volume que reúne Vita Nuova e Rimedo de Dante Alighieri.

Novidade é também uma coleção de ensaios sobre a religião coordenada pelo Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa. A coleção Estudos de Religião assume-se como um espaço de reflexão sobre a religião na atualidade. A Teologia Ficcional de José Saramago: Aproximações entre o Romance e a Reflexão Teológica, de Marcio Cappelli, ou A Religião no Espaço Público Português, de Helena Vilaça e Maria João Oliveira, fazem parte das propostas desta coleção.

Está prevista ainda a publicação de Manuel Maria Barbosa du Bocage - Uma Biografia, da autoria do investigador Daniel Pires, assim como a edição do Teatro Completo de Natália Correia. Dos palcos chegarão ainda dois livros especiais sobre duas salas icónicas na cultura portuguesa: 125 anos do Teatro São Luiz e a Casa de Garrett - Património e Arquitetura do Teatro Nacional D. Maria II.

Quanto a outras artes, a Coleção D, dedicada ao design português, continuará a centrar-se nas monografias sobre os principais designers nacionais, com foco especial para Eduardo Aires, bem como a Série Ph, uma coleção de monografias bilingues dedicada à fotografia portuguesa contemporânea.

Prosseguem ainda as edições críticas dos clássicos portugueses (Fernando Pessoa, Camilo Castelo Branco, Almeida Garrett e Eça de Queirós) e, dando continuidade à comemoração dos 250 anos da Imprensa Nacional, vai ser publicado um livro, sob a coordenação da investigadora Inês Queiroz, sobre a história e o percurso da instituição.

Imagem maximizada

fechar [X]